Saúde para Você

Inicie seu movimento para uma vida equilibrada

DST/Aids

Saiba mais

30 Oct

DST/Aids

As doenças sexualmente transmissíveis (DST) são causadas por vários tipos de agentes e transmitidas principalmente por contato sexual, sem o uso de camisinha, com uma pessoa que esteja infectada. As mais comuns são: cancro mole, gonorreia e clamídia, herpes, linfogranuloma venéreo, sífilis, HPV (Papilomavírus Humano) e AIDS.

Os sinais mais comuns de DST são: feridas ou bolhas nos genitais, coceiras, corrimento com mau cheiro ou pus, ínguas na virilha e dor ao urinar ou durante as relações sexuais. Se você identificar esses sinais, procure imediatamente um médico.

Mesmo que você não esteja com nenhum desses sintomas, é muito importante que consulte seu ginecologista anualmente, pois uma parte significativa dos casos de DST não apresenta nenhum sinal durante longo tempo, como pode acontecer com a Aids. É importante lembrar que uma DST não diagnosticada e tratada a tempo pode trazer consequências graves para a sua saúde.
O cuidado com a saúde ginecológica é ainda mais importante quando se leva em conta que as DST são o principal fator facilitador da transmissão sexual do vírus da AIDS, pois feridas nos órgãos genitais favorecem a entrada do vírus HIV.
 

AIDS

A Aids é uma doença que se manifesta após infecção do organismo humano pelo Vírus da Imunodeficiência Humana, mais conhecido como HIV. Ele age reduzindo as defesas do organismo contra infecções. Pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e pelo leite materno.

O início dos sintomas pode demorar muitos anos para aparecer. Atualmente é possível controlar a doença com o tratamento correto, o que inclui acompanhamento periódico e medicação. Mas o melhor meio de manter a saúde ainda é se prevenir contra o vírus.
 

PREVENÇÃO

Usar o preservativo é o jeito mais fácil de evitar as doenças sexualmente transmissíveis, inclusive a Aids, além de prevenir também a gravidez indesejada.

O preservativo masculino ou camisinha é uma capa de borracha (látex) que, ao ser colocada sobre o pênis antes do ato sexual, evita a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e do vírus causador da Aids, o HIV.

Para garantir a segurança desse método, é fundamental que a camisinha seja colocada e usada corretamente e tenha o selo Inmetro.

Veja aqui como fazer a colocação e retirada do preservativo.

COMPARTILHAR

TAGS:

Texto:

Design:

Fonte:

Cadastre-se para receber novidades e notícias