Saúde para Você

Inicie seu movimento para uma vida equilibrada

Diabetes Tipo 2

 Entenda melhor o automonitoramento do açúcar no sangue.Testar o nível de açúcar no sangue em casa é uma prática comum entre as pessoas com diabetes tipo 2.

27 Nov

O hábito ajuda a monitorar a resposta do corpo ao tratamento do diabetes e mostra que a mudança na alimentação e a prática de exercícios físicos refletem nos níveis de açúcar no sangue.

 

Mas será que é preciso fazer o autoteste frequentemente?

A maioria das pessoas com diabetes tipo 2 que não usam insulina não precisa testar regularmente o nível de açúcar no sangue. Se você controla seu diabetes apenas com dieta ou com outros medicamentos que não a insulina, pode fazer o autoteste com menos frequência sem prejudicar sua saúde.

 

 

Quando é importante monitorar o nível de açúcar no sangue com mais frequência?

•    Caso você faça uso de medicamentos que causam hipoglicemia, como clorpropamida, glibenclamida, glipizida, gliclazida, glimepirida e repaglinida 
•    Se você estiver com alguma infecção, ela pode descompensar seu diabetes 
•    Caso seu nível de açúcar no sangue seja difícil de controlar
•    Se você estiver grávida ou tentando engravidar

 

Você se enquadra em um dos casos acima?

Converse com seu médico sobre a frequência adequada de realização do teste e certifique-se de tomar as medidas necessárias de acordo com o resultado do açúcar no sangue. 


Hábitos saudáveis são essenciais para o controle do diabetes.

 

Existem outros hábitos que você pode adotar para se manter saudável e prevenir complicações do diabetes:

•    Faça refeições saudáveis
•    Seja ativo: caminhar regularmente é um bom começo
•    Tome todos os medicamentos de acordo com as orientações do seu médico
•    Verifique se sua pressão arterial e níveis de colesterol estão adequados
•    Faça exames oftalmológicos regularmente
•    Examine os seus pés com frequência
•    Consulte seu médico regularmente e tire todas as suas dúvidas

 

Para baixar a cartilha sobre Diabetes tipo dois, clique aqui.

 

Este conteúdo deve ser utilizado para você conversar com seu médico sobre sua saúde e tirar suas dúvidas. Não substitui o aconselhamento médico e tratamento. 

 

COMPARTILHAR

TAGS:

Texto: Camila Valentim Brei

Design:

Fonte:

Cadastre-se para receber novidades e notícias