Dependência - Unimed-BH

Saúde Sempre

ícone setaSaúde Cardiovascular

saúde cardiovascular

Conhecer mais sobre as doenças cardíacas pode ajudá-lo a se prevenir e a se cuidar melhor.

ícone setaConheça a Estrutura de Atendimento


conheça a estrutura de atendimento

A Unimed-BH oferece a maior rede de laboratórios, clínicas e hospitais credenciados da Grande BH.

Dependência

Mais de 90% dos fumantes tornam-se dependentes antes dos 18 anos. E quanto mais cedo se dá o início do uso de drogas, maior a chance de o indivíduo tornar-se um usuário regular e maior a probabilidade de ocorrerem atrasos no desenvolvimento e prejuízos cognitivos, com suas respectivas repercussões. O primeiro cigarro é acompanhado por efeitos desagradáveis, como dor de cabeça, tontura, insônia, tosse e náuseas, mas os incômodos diminuem rapidamente, permitindo novas tentativas até que se estabeleça a dependência.

A substância responsável por isso é a nicotina. De todos os tipos de dependência, a de nicotina é a que tem o ciclo mais curto. Ela é rapidamente absorvida pelos pulmões chegando ao cérebro em apenas dez segundos. Entretanto, o efeito provocado dura apenas 60 minutos e a queda dos níveis de nicotina leva ao desejo por um novo cigarro.

A dependência de nicotina causa uma necessidade compulsiva por cigarro (fissura) e dificuldade de ficar algumas horas sem fumar. Ela age por meio de processos biopsicossociais semelhantes aos desencadeados pelo uso da cocaína, do álcool e da heroína. Estimula receptores cerebrais, provocando a liberação de substâncias neurotransmissoras responsáveis pelas sensações de bem-estar e prazer como:

Substância Efeito
Dopamina Prazer, redução do apetite e adição vício
 
Norepinefrina e acetilcolina Alerta, redução do apetite
Vasopressina e glutamato Melhora da memória
Serotonina Estabilização do humor, diminuição do apetite, alívio da síndrome de abstinência
Betaendorfina e GABA Redução da ansiedade e da tensão

Essas substâncias e seus efeitos levam o fumante a crer que o cigarro:

  • preenche vazios internos;
  • é companheiro;
  • ajuda a lidar com o estresse;
  • ajuda a lidar com os sentimentos positivos ou negativos;
  • facilita as interações sociais;
  • leva à sensação de segurança.

Porque é difícil parar de fumar

Dependência física – a falta de nicotina causa sintomas desagradáveis, como nervosismo, tontura, dor de cabeça, falta de concentração, etc.

Dependência psíquica – o fumante procura no cigarro o alívio das tensões internas, tais como angústia, sensação de vazio, depressão, ansiedade, medo, estresse, além de imaginá-lo como companheiro em momentos de solidão e utilizá-lo como uma forma de padronização, de identificação e de identidade de grupo, principalmente entre os adolescentes. Nessas ocasiões, mesmo que não haja a necessidade física da nicotina, o fumante o utiliza para se manter aceito em um grupo e obter sensação de prazer e bem-estar.

Condicionamentos e hábitos – Além de um vício, o cigarro é um hábito, associado a situações corriqueiras, como tomar café, ler jornal, ingerir bebidas alcoólicas, entre outras.

Mas os benefícios por parar superam as dificuldades e com informação e força de vontade é possível conquistar uma vida livre de cigarro. Saiba como

Conte com a Unimed-BH.

Minimizar
Fale Conosco   |   Atendimento On-line   |   Unidisk: 08000 30 30 03   |   Críticas e Sugestões   |  Reajuste Coletivo   |   Política de Privacidade   |   Estatuto Social
ANS